Preparativos Para a Chegada de Nibiru?

Não é de hoje, que o aclamado, o tão conhecido planeta X, alguns o chamam com este nome. E que ele nos espreita na borda do sistema solar. Ele também seria um corpo pertencente há um outro sistema, em parte de um duplo-binário com o nosso.

É  para desconfiarmos, quando as incidências de diversos “objetos rochosos” que estão vindo na nossa direção. Porque a única coisa que sabemos é que estamos no meio de toda essa chuva cósmica, ou mais ruim ainda, quem sabe no meio de mentiras para (esconde-lo) se for o caso da sua existência. Mas o que poderemos fazer? Quando  este misterioso astro “perturba” as mentes daqueles que querem encontra-lo. Os ciêntistas acreditam que há algo lá fora – que  esta pertubando as orbitas dos planetas mais afastados da estrela-Sol.

Uma coisa é certa: algo muito grande e verdadeiro tombou o planeta Urano e isto ninguém pode negar ou poder dizer: simplesmente do contrário ao negar de que algo nao tenha acontecido no passado? Porque o planeta Urano esta tombado, teria sido vítima de um choque que o envolveu a milênio. Basta observarmos os seus Satélites (Luas para nós) para perceber que algo esta errado!

Massivo acompanhado pelo Projeto Quartzo Azul

Massivo acompanhado pelo Projeto Quartzo Azul

Um canal especializado em conteúdo científico climático (The Weather Channel) parece até ter utilizando material teórico conspiratório circulante, sobre o mítico planeta Nibiru ou Planeta X, ou talvez informações sigilosas que não sabemos, para criar uma série televisiva que apresenta, em uma de suas abordagens o “The Rogue Planet” ou O planeta Desgarrado, parecendo-me assim, estarem de uma forma discreta, preparando a população mundial para uma hipótese, que segundo os cientistas e grande parte dos astrônomos é desconsiderada ou chamada de mitológica e fantasiosa. Será mesmo?

O que me deixou intrigado, foi criarem uma situação “hipotética” de um evento cósmico, no qual é narrada a chegada de um planeta desgarrado ou errante ao nosso sistema solar, justamente num período onde estamos acompanhando mudanças no cenário do clima espacial, com quedas progressivas de meteoros, observações astronômicas de corpos celestes não identificados (Massivo do Projeto Quartzo Azul – foto no topo da postagem) e imagens intrigantes de um corpo misterioso ao lado de nosso sol (suposto segundo sol). Neste ponto, nasce uma pergunta:

Crédito: The Weather Channel

Crédito: The Weather Channel

E se um planeta errante varresse o sistema solar alterando a órbita da Terra”? De acordo com a nova série do The Weather Channel, potencialmente, a morte de toda a vida no planeta.

Previsão do Fim” é uma série do The Weather Channel, que estreou em 21 de março de 2013, explorando os resultados possíveis de um planeta errante passando pela Terra.

Planetas errantes, ou planetas desgarrados ligados a estrelas, podem superar estrelas reais da Via Láctea. Neste plano imaginário para a série apresentada, contudo possível para quem avança a consciência sobre a dinâmica do universo surge o “Planeta X” ou “Nibiru”.

Veja o premiere da série:

A proposta desta postagem é questionar, porque, justo agora, um mito tornou-se foco e tema de interesse, se tantos desacreditam, desqualificam e negam a existência de tal corpo celeste? Quando são abertas as portas das possibilidades, criando uma situação de um planeta massivo, passar por nosso sistema, alterando as órbitas de todos os planetas penso que “ai tem coisa. E se não me falha a memória, 21 de dezembro de 2012 já passou”.

Na visão hipotética a órbita da Terra ficaria mais elíptica. Partindo-se daí, seria uma péssima notícia para a vida na Terra. A órbita terrestre fica em uma zona relativamente confortável do espaço, mas também muito estreita. Vivemos num sistema orbital em torno de nossa estrela que permite temperaturas perfeitas para que a água possa estar no estado sólido, líquido ou gasoso. Uma órbita mais elíptica poderia empurrar a Terra para fora da zona de conforto, sendo assim deslocaria o planeta para mais perto do sol, o suficiente para criar verões mais curtos e extremamente intensos e longe o bastante para invernos longos e congelantes. Conseqüência disto, um curto período de crescimento para a vida vegetal e conseqüente escassez em massa de alimentos, até mesmo a extinção humana.

Que segredo está sendo guardado por trás deste roteiro? Qual a razão desta série estar sendo apresentada agora, mesmo diante de tanta negação de tal corpo celeste? Mito virando realidade? No mínimo, certa preocupação, semelhante a do Chefe da NASA – CHARLES F. BOLDEN, pairou sobre minha cabeça“.

Panor_mica_Caldas_Novas

Primeira aparição relatada por leitor – Caldas Novas / Goias
Análise e fotocomposição baseado no vídeo: Gério Ganimedes
Clique na foto para ampliar

Fonte (texto – vídeo): PQA (Gério Ganimedes), TheWeatherChannel,

Anúncios

Um pensamento sobre “Preparativos Para a Chegada de Nibiru?

  1. A última passagem mais próxima de Nibiru foi por volta do ano 500 a.C..
    Nibiru, um planeta lento que inicialmente transladava a cada 3.600 anos(período de tempo esse reduzido para 3.450 anos por dinâmicas gravitacionais do Sistema Solar,ou seja,só daqui a mais ou menos 1.000 anos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s