O Caso do Su-22M da Força Aérea do Peru Versus Um OVNI

Uma rara imagem de um armado Sukhoi Su-22M da Força Aérea do Peru.

Uma rara imagem de um armado Sukhoi Su-22M da Força Aérea do Peru.

Este é o único caso documentado no mundo, em que uma aeronave de combate abriu fogo contra um OVNI. Na manhã de 11 de abril de 1980, o pessoal de segurança da base militar da Força Aérea do Peru (FAP), localizada em La Joya, Arequipa, a cerca de mil quilômetros ao sul da capital, encontrou um objeto estranho pairando no céu nas proximidades.

Nessa altura, a base aérea de La Joya era considerada estratégica e secreta, por causa de sua proximidade com a fronteira do Chile.

O comandante da base, assumindo que era um avião (chileno) em missão de espionagem ordenou o lançamento imediato de um caça de combate Sukhoi Su-22M “Fitter” com a missão de interceptar o alvo.

A FAP acreditando ser um avião chileno em missão de espionagem lançou um caça de alerta para a interceptação. (Foto: Online Utility)

A FAP acreditando ser um avião chileno em missão de espionagem lançou um caça de alerta para a interceptação. (Foto: Online Utility)

O horário marcava 07h15min e o pessoal de base, cerca de 1.800 homens estavam em treinamento e testemunharam esses eventos.

O tenente Oscar Santa Maria Huertas subiu para interceptar o alvo. Logo se aproximou e viu que o alvo estava suspenso e imóvel a cerca de 600 metros acima do solo.

O tenente Santa María colimou o alvo abriu fogo com seus dois canhões de 30mm. As balas pareciam passar através do objeto sem estourar, sem causar danos, então o objeto começou a subir numa velocidade incrível. O Su-22 saiu em perseguição, entrando em velocidade supersônica, alcançando Mach 1,2.

Quando o Sukhoi peruano já estava perto do OVNI, este “parou” e o caça o ultrapassou! Nisso, ambos já estavam a 11.000 metros de altitude. Logo em seguida, Santa María percebeu que de caçador, passara a caça. Perseguido pelo objeto, Santa María executou diversas manobras evasivas, indo além das especificações do fabricante para o Su-22 e também estava ficando sem combustível. Santa Maria decidiu abandonar a missão e o OVNI continuou a subir e depois perdeu-se no espaço. Ele estava a, 84 quilômetros da base e 22 minutos se passaram desde o contato com o OVNI.

Tería um Su-22M da FAP realmente interceptado um OVNI?

Tería um Su-22M da FAP realmente interceptado um OVNI?

Em seguida, o OVNI reapareceu e permaneceu visível por duas horas em frente à base militar.

Este incidente muito bem guardado segredo pelas autoridades peruanas, veio à tona recentemente, quando uma série de documentos do Departamento de Estado dos EUA foram desclassificados.

O Peru adquiriu 52 caças Sukhoi Su-22 (Su-17 na URSS).

Fonte: http://www.cavok.com.br/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s