Sonda Planck Pode Ter Encontrado Evidências de Outros Universos

Imagem da sonda Planck sobre o mapa da radiação cósmica de fundo, elaborado com as informações que captou - Crédito: ESA

Imagem da sonda Planck sobre o mapa da radiação cósmica de fundo, elaborado com as informações que captou – Crédito: ESA

Missão conjunta entre ESA e NASA mapeou todo o céu, formando mais completo retrato do universo. A missão Planck foi lançada em 2009 com o ambicioso objetivo de mapear a totalidade do céu, obtendo informações sobre a história e evolução do universo, mapear a quantidade de matéria nele existente e talvez conseguir respostas para os enigmas representados pela matéria escura e pela energia escura.

Porém, algo mais pode surgir na torrente de informações captadas, incluindo o que podem ser as primeiras evidências da existência de universos paralelos.

A missão da Agência Espacial Européia (ESA), com apoio da NASA, mapeou a radiação cósmica de fundo de microondas, que os cientistas explicam como sendo a radiação reminiscente do Big Bang, o início do universo. A sonda conseguiu detectar emissões datando de somente 380.000 anos após o Big Bang. Antes dessa época, o universo era tão quente e denso que a luz não conseguia viajar sem ser detida por plasma ou partículas como prótons e elétrons. Somente quando o universo expandiu e esfriou para formar átomos a luz pôde viajar livremente.

A radiação cósmica de fundo foi descoberta acidentalmente em 1964, quando radiotelescópios captaram emissões eletromagnéticas que pareciam vir de todo o céu. Desde então tem sido estudada, e daí emergiu finalmente a teoria do Big Bang. Um de seus aspectos é não ser de fato uniforme em todas as direções, e o mapa construído a partir dos dados de Planck são os mais detalhados já produzidos. Alguns aspectos das teorias cosmológicas foram confirmados, enquanto outras descobertas intrigam os cientistas. Algum as das previsões do que os cientistas chamam de Modelo Padrão do Universo não foram confirmadas, contudo, o que de acordo com algumas fontes pode levar a novas descobertas na física.

Para ler o restante da matéria, acesse o site da revista UFO – clicando neste link.

Fonte: www.ufo.com.br.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s